sexta-feira, 4 de julho de 2008

Mudança na maioridade penal?!

Todos ao ligarem seus televisores podem conferir a onda de criminalidade não só no Brasil, mas em toda a parte do mundo.

As pessoas já se acostumaram a lerem jornais, revistas e acompanhar em telejornais manchetes bárbaras como “Jovem preso por atropelar 23 pessoas em São Paulo sai da cadeia”, “Jovem de 17 anos é preso por extorsão”, “Adolescente de 16 anos é detido com drogas”, “Rapaz de 17 anos mata pai”, “Menor de idade realizada latrocínio (roubo seguido de morte)”, “Menina de 16 anos pede para amigo matar seus pais”, “Garota manda amigo seqüestrar sua própria mãe”, entre muitas outras.
Muitos defendem a revisão do código penal, que mudaria a maioridade penal, também conhecida como "idade da responsabilidade criminal", que hoje no Brasil é de 18 anos e mudaria para 16 anos, já outras pessoas que acreditam que jovens menores de 18 anos não são responsáveis pelos seus atos.

Enquanto os governantes brasileiros não revêem esse ato penal, muitos adolescentes com 17, 16 e até menos continuam roubando, traficando e até matando sabendo que não serão punidos, o máximo que poderá acontecer é ficarem internados em alguma “Casa” de bem estar do menor, por um curto espaço de tempo e depois voltaram às ruas.

Participe no final da pagina de uma enquête referente a maior idade penal


Talles Freitas
talles.freitas@hotmail.com

6 comentários:

Anônimo disse...

Esse é o futuro do nosso país, que fica protegendo menores infratores com a desculpa de que "eles ainda não tem idade para responder pelos seus atos",mas para matar, roubar e até mesmo ser chefe de morro de trafico de drogas eles tem idade suficiente. Aqui essa lei deveria mudar, se teve idade pra fazer o crime, terá que ter também idade para responder por ele. Se isso continuar, como podemos esperar por um país melhor se estamos contribuindo para que o futuro dele seja algo pior do que o momento em que vivemos????

lucão disse...

é esse negócio de moir idade penal já virou foi palhaçada, será que ainda convém falar sobre isso. Os políticos nemf alam mais nisso e o povo brasileiro que deveria cobrar nem lembra mais que isso existe, a não ser quando algum menor lhe dá prejuízos

Jorge Cardoso disse...

Existem alguns pontos que devem ser analisados com uma cautela maior quando o assunto se refere à maioridade penal. As pessoas têm mania de dizerem o que acham, baseados em ideais utópicos de convivio social e político. A mídia talvez seja uma responsável por isso, mas, a aculturação é o fator principal. Mudar a lei não se refletirá em menores índices de violência. Ao contrário, PODE-SE, aumentar.
O porque disso? Ora, num país cujo índice de anafalbetismo atinge patamares maiores que muitos países mais pobres, seria inviável tal mudança. Quantos milhões de alunos deixam o colegial sabendo apenas assinar o nome? Portanto, o investimento em educação e reestruturação social (não é criação de projetos sociais) seria o principio básico para uma pequena mudança (ou planos para longo prazo) nesse país!

Anônimo disse...

Acho que se cometeu um crime, não importa a idade... tem que cumprir mesmo, sem dó, tem que responder pelos seus atos... Pq qdo comentem algo, não pensam em familias, etc...

Cáspio disse...

É... esse é o futuro da nação... jovens rebeldes e sedentos por desafiar a justiça e provar que a fama do Brasil de tolerante não é a toa...

quem paga o pato mais uma vez somos nós .

Anônimo disse...

É ridículo o critério de idade para a maioridade penal adotado pelo Estado.
O sujeito tem 17 anos às 11:59 e à meia noite já é maior de idade e capaz de assumir seus atos, assim, de um minuto para o outro, desde q ele cometeu o crime tem q assumir tendo maior idade ou nao por q se é menor nao pode ser punido ai sim eles nao tao nem ai continua cometendo crimes temos q lutar p todos ser punidos p melhorar esse nosso Brasil e vivermos sem violência...bjo talles continue sempre assim com objetivo de vencer q vc vencerá... Mary.